Ordem dos Médicos

Unidos vamos pôr ordem na Ordem

Explorar

Permitam-me agradecer, com humilde sinceridade, a Deus pelo dom da Vida, aos meus Pais e a todos aqueles que depositaram confiança no presente elenco e no seu Programa. Continuar a ler...

A Ordem

Sobre a Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos é uma instituição de direito público, que goza de personalidade jurídica, de autonomia administrativa, financeira e patrimonial, de âmbito nacional, tem a sua sede em Luanda e é constituída por quatro regiões - Norte, Centro, Leste e Sul - com sede, respectivamente, em Luanda, Huambo, Malanje e Lubango.

Finalidades Essenciais

  • Defender a ética, a deontologia e a qualificação profissional medicas, a fim de assegurar e fazer respeitar o direito dos utentes a um medicina qualificada
  • Fomentar e defender os interesses da profissão médica a todos os níveis, nomeadamente no respeitante promoção socio profissional, à segurança social e às relações de trabalho;

Continuar a ler...

Bastonários

Perfis dos Bastonários que passaram pela Ordem dos Médicos

Dr. Carlos Alberto Mac-Mahon

1997 a 1998

 

Dr. José Carlos Fernandes dos Santos

1999 a 2002

 

Dr. José João Bastos dos Santos

2002 a 2007

 

Dr. Carlos Alberto Pinto de Sousa

2007 a 2019

 

Transmissões em directo do CIAM sobre
a COVID-19

Cortesia do Centro de Imprensa Anibal de Melo (CIAM)

  • 01 Angola aumentará testagem em finais de Abril

    Luanda - O laboratório de Biologia Molecular Nacional vai aumentar a sua capacidade de processamento de amostras diária, actualmente fixada em 91 testes, a partir da segunda quinzena de Abril, informou hoje, em Luanda, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

  • Luanda- Angola regista o terceiro caso positivo do novo coronavírus (COVID-19), uma informação dada há instantes, nesta segunda-feira, pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, em conferência de imprensa.

  • No passado dia 13 de Setembro do ano em curso pelas 14h no anfiteatro da ORMED Excelentíssima Bastonária da Ordem dos Médicos de Angola Dra. Elisa Gaspar deu posse aos novos coordenadores e membros do órgãos do Conselho Nacional da ORMED e pediu a colaboração de todos para uma classe mais Unida e Coesa enfrentando os novos desafios.

  • PortalMPLA, 02 de Abril de 2019 - O Secretariado do Bureau Político do MPLA felicita, em nome dos militantes, simpatizantes e amigos do Partido, a médica Elisa Gaspar, pela sua eleição, domingo, dia 31 de Março de 2019, ao cargo de BASTONÁRIA DA ORDEM DOS MÉDICOS DE ANGOLA, no final de um exercício democrático exemplar, que mobilizou toda a classe do País.

    Ver...

documentos

Publicações afectas à Ordem dos Médicos

Regulamentação

Documentação regulamentar da Ordem dos Médicos

Comunicados

Comunicados publicados pela Ordem dos Médicos

MINSA

Documentos publicados pelo Ministério da Saúde

Outros documentos

Publicações de outras entidades de carácter médico e afins

eventos

Eventos realizados com a participação activa da Ordem dos Médicos de Angola

  • Tudo
  • Cerimónias
  • Conferências
  • Formações

Tomada de posse dos Presidentes dos Colegios de Especialidade

Cerimónias

COVID-19

Formações

Feira de Saude

Cerimónias

Semana Mundial do Glaucoma

Conferências

COVID-19

Formações

Semana Mundial do Glaucoma

Conferências

COVID-19

Formações

Semana Mundial do Glaucoma

Conferências

COVID-19

Formações

Dúvidas sobre a COVID-19

  • O coronavírus pertence uma grande família de vírus que causam doenças que variam da gripe comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

  • O novo coronavírus é uma nova estirpe de coronavírus que não foi previamente identificada em humanos. O novo coronavírus, designado COVID-19, foi identificado pela primeira vez em Dezembro de 2019 na China, na cidade de Wuhan.

  • Não. A COVID-19 não é igual ao SARS. Contudo, análises genéticas demonstram que estão relacionados.

  • A Covid-19 transmite-se por contacto próximo ou directo com pessoas infectadas pelo vírus, através de gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando as pessoas tossem ou espirram, ou por superfícies e objectos contaminados.

  • Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidência de que os animais domésticos, tais como cães e gatos, tenham sido infectados e que, consequentemente, possam transmitir a Covid-19.

  • Pessoas de todas as idades podem ser infectadas pelo novo coronavírus. Contudo, pessoas mais velhas ou com doenças crónicas (como hipertensão, asma, diabetes ou outras doenças, em especial as respiratórias) são as mais vulneráveis a atingir o estado grave quando infectadas. Um estudo divulgado pelo Centro Chinês de Controlo de Doenças indica que 80% dos casos da infecção são ligeiros e apenas 4,7% são considerados críticos. Contudo, importa referir que a transmissibilidade é muito alta pelo que devemos manter a distância social, isto é, entre as pessoas (de pelo menos 1 metro).

  • As pessoas infectadas podem apresentar sinais e sintomas de infecção respiratória aguda como febre, tosse, espirros e dificuldade respiratória. Em casos mais graves pode levar a pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos.

  • O período médio de incubação é de 0 a 14 dias

  • Não existe vacina. Sendo um vírus recentemente identificado, estão em curso as investigações para o seu desenvolvimento.

  • Não existe tratamento específico para a doença causada por o novo coronavírus. No entanto, muitos dos sintomas podem ser tratados. Neste caso, o tratamento é com base na condição clínica do paciente. Além disso, para os doentes graves, os cuidados de suporte podem contribuir para a melhoria do doente.

  • Os antibióticos não são efectivos contra vírus, apenas contra bactérias. A COVID-19 é uma doença viral e, como tal, os antibióticos não devem ser usados para a sua prevenção ou tratamento. Utiliza-los não terá resultado e poderá contribuir para o aumento das resistências a antimicrobianos.

  • O teste específico de diagnóstico está reservado aos casos suspeitos de COVID-19, ou seja para pessoas com sintomas de doença e que nos 14 dias anteriores esteve numa região afectada pela COVID-19 ou esteve em contacto com pessoas infectadas ou doentes.

  • A prevenção passa essencialmente por:
    1) Lavar frequentemente as mãos com água e sabão comum mesmo que elas pareçam limpas;
    2) Evitar contacto próximo com pessoas com febre, espirro, tosse ou dificuldade de respirar;
    3) Ao tossir ou espirrar, tapar a boca com um lenço de papel que deve ser descartado imediatamente ou braço dobrado;
    4) Não partilhar objectos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
    5) Evitar aglomerações e ambientes fechados.

  • O uso de máscaras está indicado para as pessoas com febre, tosse ou espirros, profissionais que prestam cuidados a pessoas suspeitas da doença ou que prestam atendimento ao público.

  • Para viajantes regressados das áreas afectadas e que apresentem sintomas sugestivos de doença, durante ou após a viagem, antes de se deslocar a uma unidade de saúde, se estiver em Luanda ou Benguela ligar para o 111, informando sobre a sua condição de saúde e história de viagem. Se estiver em outra província, dirigir-se à unidade sanitária mais próxima

  • Pessoa com exposição directa ao doente com COVID-19, pessoa que teve contacto com amostras laboratoriais do novo coronavírus, visitante de doentes ou pessoa que permaneceu no mesmo ambiente do doente infectado pela doença.

  • Segundo a OMS, a COVID-19 é mais letal que a gripe comum, apresentando uma taxa de letalidade a volta de 3,5% (para a gripe é menos de 0,01% a 0,08%).

  • As visitas a unidades sanitárias ou lares de idosos devem reduzir-se ao máximo, para diminuir o risco de transmissão.

Localização:

R. Amilcar Cabral, Nº. 151/153, Maianga
Luanda, Angola

Telefones:

222 397 357 / 927 688 612