Generate PDF Baixar PDF
Atenção: o ficheiro PDF pode levar algum tempo a ser gerado.
Por favor, aguarde...

Elisa Pedro Gaspar fez estas declarações quando presidia a cerimónia da tomada de posse do Conselho Provincial da Ordem dos Médicos de Angola na província do Bié, com a realização da primeira assembleia da classe.

Defendeu a necessidade de intensificar-se o trabalho da medicina preventiva, para se alcançar os resultados positivos e melhorar o sistema de saúde no país.

“A actividade médica não se deve basear apenas na medicina curativa, porque este sector às vezes não consegue dar resposta adequada aos doentes que aparecem com quadro clínico grave e o médico limita-se a passar a guia do óbito”, ressaltou.

Para se evitar o surgimento de algumas doenças, segundo a bastonária, é necessário fazer um trabalho de base, junto das comunidades no sentido de se reforçar as medidas de prevenção através de campanhas de sensibilização.

Quanto aos passos já dados acerca da revitalização dos estatutos da Ordem e do Código Deontológico, a também médica neonatologista pontualizou estarem a solicitar aos novos membros dos conselhos provinciais para reproduzirem esses documentos e começarem a avançar as suas contribuições.

Para si, nos aludidos documentos a serem reproduzidos, há pontos pouco explícitos, que considera ser necessário, junto com o Gabinete Jurídico, trabalhá-los para proteger melhor a classe médica.

Por exemplo, enfatizou, não está claro que se o médico inscrito na ordem deixar de pagar quota, pode ou não votar, daí ser necessário especificar melhor tais questões.

A bastonária manifestou a intenção de fomentar o processo de investigação científica na classe, com apoio de parceiros nacionais e estrangeiros.

Já o recém-empossado presidente do Conselho Provincial da Ordem dos Médicos do Bié, Simão Saluvika, fez saber que o seu programa visa congregar a classe médica, no sentido de tomar decisões que possam contribuir na melhoria das condições de trabalho dos profissionais, assim como na melhoria do seu desempenho.

Tomaram ainda posse Sady Danilson (vice-presidente) e Alex Mucacava Chova, como secretário-geral.

Foi ainda empossado para exercer as funções de presidente da Mesa da Assembleia, Similia Chipilica, coadjuvada por José Menezes (vice-presidente) e Mauro de Jesus (secretário).